Carregando o jogador...

Mulher que foi erroneamente enterrado vivo tentou lutar seu caminho para fora da sepultura

Uma mulher se acredita ter sido enterrado vivo por engano e leigos conscientes dentro de seu caixão por 11 dias antes de tentar lutar seu caminho para fora da tumba de pedra.

Rosangela Almeida dos Santos, 37, parece ter tentou desesperadamente escapar de seu caixão de madeira, que tinha sido pregado fechada depois que ela foi enterrada viva.

Mas ela já tinha morrido no momento em que os membros da família quebrou aberto o túmulo última sexta-feira após moradores relataram ter ouvido gritos vindo de sua sepultura, de acordo com relatórios.

imagens chocantes mostra a comoção no cemitério Senhora Santana em Riachão das Neves, nordeste do Brasil, como homens locais pegou o caixão pesado e removeu a tampa.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.